As idéias de Seth Godin

 In Business, Inbound Marketing

Seth-Godin

Seth Godin é um mito, um visionário. Se você ainda não o conhece, saiba que ele já empreendeu na Internet, escreveu uns 17 livros, tem um Blog respeitadíssimo e é um Palestrante disputado. Ele é um dos meus “frasistas” preferidos, junto com Philip Kotler e Peter Drucker. Todos eles são profundos conhecedores de suas áreas e provocadores como poucos. E, por essa razão, são reverencidos em nossa Página do Face:  Negócios e a Web.

Mas vamos às suas idéias. Quero falar do seu livro “Marketing de Permissão”, escrito em 1999 e que me influenciou profundamente quando o li, em 2000. O “Marketing de Permissão” é o pai do “Inbound Marketing”, criado 10 anos depois.

O conceito básico desse livro é o de que a publicidade tradicional estava com os seus dias contados. A publicidade tradicional nos interrompe sucessivamente: quando assistimos a TV, quando ouvimos um rádio… Lembre-se que quando o livro foi escrito, a Netflix tinha dois anos e ainda entregava DVD´s pelo correio. Só em 2007 a Netflix começou a disponibilizar vídeos pela Internet.

Todos nós temos um recurso finito: nosso tempo. Saber usá-lo sabiamente é nosso desafio permanente. Hoje, somos bombardeados de todos os lados com informações de quem nos quer vender algo. E, assim, temos a Crise da Atenção, quando não temos capacidade de absorver todas informações. E é por essa razão que as propagandas tendem a ser cada vez mais polêmicas, com o objetivo de se destacar e obter nossa atenção. Mas, objetivamente, os profissionais da Publicidade tradicional estão em um beco sem saída: com menos atenção dos consumidores, eles têm que gastar mais dinheiro e , ainda assim, não obtém mais atenção.  Quanto mais gastam, menos funciona. E quanto menos funciona, mais gastam.

Há uma saída? Sim: o Marketing de Permissão, que é pessoal, antecipado e relevante. Uma marca estabelece uma relação pessoal com alguém que se dispõe a receber conteúdos que sejam relevantes para ele (consumidor).

Mas como funciona? Através de algumas etapas: a marca oferece algum incentivo para que o consumidor permita a comunicação direta e, a partir daí, vai aprofundando nesse relacionamento pessoal. Simples, não? Sim, com os recursos atuais da Web. Automação de Marketing, Inbound Marketing, email são alguns dos recursos que permitem montar uma Estratégia da Marketing Digital, cujo foco é o de obter clientes e conservá-los por muito tempo, aumentado a rentabilidade com cada um deles.

Confiança é a regra do jogo. A marca estabelece uma relação pessoal e de confiança com cada consumidor. Uma relação de vida que não está focada em uma única transação.  É um trabalho cuidadoso e permanente. Uma vez conseguida a permissão de relacionamento individual, temos que ter consciência de que ela pode ser retirada a qualquer momento. E é isso que exige um cuidado extremo porque é uma conquista que deve ser mantida a cada dia.

Mas vale muito a pena. E hoje, todas empresas com sucesso na Web, usam os conceitos originais de Seth Godin.

Recommended Posts

Leave a Comment

Fale conosco

Not readable? Change text.